You are currently browsing the tag archive for the ‘estados unidos’ tag.

Com o título “Além da Cor”, a jornalista Luciana Coelho, editora-adjunta do caderno “Mundo”, da Folha, postou um texto no blog sobre a sucessão de Bush, que o jornal criou, falando da discussão na Redação quanto a ressaltar ou não o fato de Obama ser negro.

A Luciana diz que ela e a Cláudia Antunes concluíram que resumir a eleição a isso (o fato de ele ser negro) é empobrecer a questão. Ela destaca que o historiador britânico Timothy Garton Ash escreveu um artigo apontando uma série de fatores muito mais importantes para o vitória de Obama.

Certo, certo. Luciana, depois de dizer para que “lembremos que a mãe do candidato é branca, que os avós que o criaram são brancos, e que o pai dele, negro, era queniano, sem o peso da escravatura em seu passado”, reproduz Ash:

“Obama é muito mais do que um americano negro. Como um número crescente de cidadãos em nosso mundo mestiço, ele é, como o colunista Michael Kinsley colocou, um caldeirão étnico em um homem só. Isso o qualifica para representar todos os americanos, de toda ascendência e tom de pele, que eu vi nas longas filas de gente esperando para votar em Washington.

Obama é o primeiro presidente pós-étnico. Reduzir essa história à dicotomia preto/branco é tão útil quanto tirar uma fotografia preta-e-branca de uma cena colorida. John McCain pode ter destacado Joe, o encanador para representar a já fora de moda ‘maioria silenciosa’ de americanos brancos de classe trabalhadora, mas agora esses já constituem uma minoria não tão silenciosa assim. E José o encanador votou para Obama (…)”

Certo, certo. Obama é “black and white” (como diz Michael Jackson naquela canção: “it doesn’t matter if you’re black or white”) e, sei lá, um “caldeirão” onde se reúne até islamismo e cristianismo – digamos assim -, mas o esquisito é que o fato de ter mãe branca e avós brancos nunca tirou de ninguém nos Estados Unidos a condição de negro. Acho legal ter esse cuidado para não escamotear a questão racial agora que um negro chegou lá, negro na Casa Branca. Mas é claro que isso não diz tudo, e talvez a sociedade norte-americana esteja até dando uma lição de maturidade ao ver algo muito além da cor .

Mas, mesmo “black and white”, é negro, pô.

Anúncios

Páginas

novembro 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Acessos

  • 42,109 hits